ENTREVISTA: Arin Ilejay para Metal Hammer TV

A Metal Hammer TV encontrou o Avenged Sevenfold enquanto a banda estava em Manchester e conversou com Arin Ilejay nos bastidores sobre a vida com a banda, sua coisa favorita nos shows, relembrar coisas com seus companheiros de banda, estar sendo a atração principal do Download 2014 e mais.

Confira o depoimento do baterista :

Parte 1 | Arin: – “Tem sido ótimo, digo… ver os fãs respondendo tão bem ao meu desempenho é como um sonho se tornando realidade, e definitivamente produzimos esse álbum para ser puro metal, algo grande. Ter a chance de participar de tudo isso e depois perceber como está afetando o mundo inteiro, sabe? Ver as arenas em que tocamos serem preenchidas, uma por uma, tem sido de verdade como um sonho que estou realizando.”

Parte 2 | Arin: – “As chamas é provavelmente o que mais gosto em nossos shows, é o mais legal, e eu nunca pensei que estaria em um palco literalmente “pegando fogo”, mas ocasionalmente fica muito quente perto de mim, nos meus braços e, de vez em quando até vejo alguns fãs que estão perto do palco tipo tapando os olhos e “Ahhh, está muito quente!” (Risos). E eu acho que é isso que todos querem, todos suados em meio aquela multidão, muito próximo uns dos outros.”

Parte 3 | Arin: – “Eu e os caras estamos nos dando tão bem, tipo, está sendo muito fácil ser uma parte disso tudo, e não é algo em que temos que “forçar a barra” para criar lembranças, sabe? Já passamos por muitas coisas divertidas das quais vale a pena nos lembrar. Ter a chance de falar sobre de onde viemos, honestamente, é algo ótimo olhar pra trás e sonharmos todos juntos com o futuro. E para mim, estar passando por isso, sendo “o novato” nessa grande máquina, é algo gratificante.”

Parte 4 | Arin: “Eu acho que os fãs estão meio que criando uma nova definição para “batida forte” e coisas desse tipo. Porque o que sentimos com esse álbum é que por possuir tanto espaço, ele se torna ainda maior e mais pesado. É completamente perfeito e apropriado para shows em arenas, sabe? São coisas desse tipo que esperamos do futuro, constante contradição em todo lugar, e quando fazemos nossa parte na música tocando bem rápido, sentimos isso. As batidas parecem traduzir toda a euforia que a multidão passa para nós e fazemos uma troca. Essa é a nossa visão de tudo.”

Parte 5 | Arin: – “A última vez que vi os caras no Download, eles sistematizaram tudo direitinho e arrasaram, e tipo, a loucura dos fãs e de toda a multidão, simplesmente não consigo acreditar que vou fazer parte disso, que vamos ser a atração principal do evento. Então, isso é de enlouquecer! Pular de cabeça em algo desse tipo onde sou tão novo , tendo feito tão pouco ainda, apenas um álbum, e quase 3 anos de turnê… é definitivamente inacreditável para mim.”

Fonte: Deathbat News
Tradução: Hanna Dara

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s