Arin Ilejay entrevistado por Omaha World-Herald

Imagem

P: Como está indo a turnê?

A: Os shows estão ficando cada vez melhores. No palco, está mais fácil de tocar agora. Nós temos esse set novo, e nós temos que ficar confortáveis com os lugares aonde vamos. Tem muito mais fogo e perigo no set agora.

P: Vocês costumam tem uma ligação “direta” no palco?

A: Não muito. No começo, os caras não chegavam perto do meu drum set. Entre eu e o resto do palco e os caras, tem no chão umas fontes de onde o fogo sobe a mais de 3 metros no ar. Tem paredes de fogo. Por um tempo, os caras nem se sentiam confortáveis em chegar perto do meu drum set. Eles não estavam afim de serem tostados. Nós ainda temos uma luz vermelha/verde no palco. Luz vermelha quer dizer “Não chegue perto do meu kit.”

P: O Avenged Sevenfold tirou um ano de “folga” antes de fazer “Hail to the King’. Alguém precisa de uma folga?

A: Sim. Todos ficam meio desgastados. Alguns caras surfam. Shadows acabou de se tornar pai. Eu me casei. Todos nós saímos para fazer algo mais pessoal e tudo se tornou maravilhoso no final. Foi definitivamente um tempo fora, bem aproveitado pra “ficar de molho”. Daí começamos com a composição do álbum, nós demos o máximo de trabalho possível. Todos, definitivamente, tiveram um tempo pra respirar, e depois voltaram para o trabalho duro.

P: Como os caras escrevem? Eles começam com um riff ou com uma batida?

A: Na verdade, são muitos conceitos. Muita coisa é feita sentando no estúdio. Todos vem com suas partes prontas ou com suas ideias, e juntamos. “Isso vai com aquilo.” Ou, “Oh, isso não é o que procurávamos.”

P: Tem uma influência bem grande de rock clássico em “Hail to the King.” Daonde isso surgiu?

A: É uma evolução do que a banda queria. Muita coisa começa quando você “cresce”. Quando mais jovens, eles queriam mostram o interesse deles, e esse interesse era profundo no hardcore. Eles deram uma “acordada” e disseram, “Vamos voltar ás nossas raizes. O que nós queremos fazer? Nós realmente queremos ser ouvidos em todo lugar, e nós queremos tocar em todo lugar.” Então nós perguntamos, “O que os fodas fazem? Quais são as bandas que ainda estão em turnê hoje em dia e que nós amamos como crianças?” Essas bandas são bandas como Metallica e Iron Maidem. A Avenged Sevenfold quer ser uma banda clássica, e nós queríamos fazer um disco clássico que bombasse de verdade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s